Birding

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Elaboração PGRSS em Manaus

Segurança em cada descarte: fazemos seu PGRSS, Manaus AM

Birding Soluções Ambientais sediada em Manaus AM, presta serviço de assessoria e consultoria ambiental na elaboração do Plano de Gerenciamento dos Resíduos dos Serviços de Saúde, conhecido como PGRSS. Ele é um documento obrigatório exigido pelo órgão ambiental responsável pela licença das atividades que geram resíduos provenientes da área da saúde, resíduos que podem impactar a saúde humana, animal e o meio ambiente. Sem a elaboração e implementação desse plano, a empresa fica impossibilitada de atuar no mercado. O PGRSS é um instrumento que detalha e descreve todas as ações relacionadas ao gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde. Ele aborda as características e riscos específicos desses resíduos, contemplando aspectos como geração, identificação, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, destinação e disposição final ambientalmente adequada. Além disso, o plano inclui medidas para proteger a saúde pública, o trabalhador e o meio ambiente.

Qual é a importância do gerenciamento de resíduos de serviços de saúde?

A importância do gerenciamento de resíduos de serviços de saúde é evidente ao considerar que ele delineia procedimentos necessários para estabelecimentos médico-hospitalares, cujo objetivo principal é reduzir ou eliminar a produção de resíduos, garantindo um encaminhamento seguro e eficiente. Essa prática visa proteger os trabalhadores, preservar a saúde pública e o meio ambiente. A implantação do PGRSS em unidades de saúde busca a adesão de todos os colaboradores aos procedimentos de coleta, acondicionamento, transporte e descarte conforme a legislação vigente. O registro diário do volume e identificação de cada resíduo permite uma gestão eficaz, fornecendo dados anuais ao órgão licenciador. Ao analisar e planejar minuciosamente as etapas do gerenciamento de resíduos na área da saúde, o plano assegura uma abordagem segura e responsável. Abrangendo desde a geração até a disposição final, cumpre normativas ambientais e protege a saúde de profissionais, pacientes e comunidade. Adotando práticas sustentáveis de descarte, o PGRSS minimiza impactos negativos no meio ambiente, promovendo uma atuação ética e responsável das instituições de saúde.

Quem precisa ter um Plano de gerenciamento dos resíduos de Serviços de Saúde?

O Plano de gerenciamento dos resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS é requerido e é obrigatório a todo gerador de resíduos de serviços de saúde: hospitais, clínicas, unidades de saúde, serviços que prestam assistência à saúde humana ou animal, incluindo os prestadores de programas de assistência domiciliar (hospitais, clínicas, serviços ambulatoriais de atendimento médico e odontológico, serviços veterinários). Serviços de ensino e pesquisa na área de saúde; serviços de acupuntura e de tatuagem; serviços de atendimento radiológico, de radioterapia, de medicina nuclear e de tratamento quimioterápico; serviços de hemoterapia e unidades de produção de hemoderivados; laboratórios de análises clínicas e de anatomia patológica; necrotérios e serviços que realizam atividades de embalsamamento e de medicina legal; drogarias, farmácias, inclusive as de manipulação; unidades de controle de zoonoses; indústrias farmacêuticas e bioquímicas; unidades móveis de atendimento à saúde; e demais serviços relacionados ao atendimento à saúde, que gerem resíduos perigosos, dentre outros estabelecimentos que prestam serviços semelhantes a estes, conforme a NBR 12.808.

Quais são as normas que regulamentam o PGRSS?

O PGRSS é rigorosamente regulamentado por normas e leis que visam assegurar uma gestão responsável dos resíduos gerados por estabelecimentos de saúde: Resolução CONAMA nº 358/2005, pela RDC No. 222/2018 (que revogou a RDC nº 306/2004), emitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), é a principal referência normativa. Esta RDC estabelece diretrizes para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde, abrangendo desde a sua geração até a sua disposição final. Entre os requisitos, estão a elaboração e implementação do PGRSS, contemplando aspectos como identificação, segregação, acondicionamento, transporte, tratamento e destinação final. Além disso, a legislação inclui a necessidade de treinamento e capacitação dos profissionais envolvidos, bem como a obrigatoriedade de registro e documentação das atividades. A ANVISA periodicamente atualiza e revisa essas normativas para garantir a adaptação às necessidades contemporâneas e aprimorar as práticas relacionadas ao gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Somente profissionais treinados. habilitados podem elaborar o Plano de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde, pois ele precisa atender a todas as demandas requeridas pelo órgão ambiental licenciador.

Informações necessárias para elaborar o PGRSS

Para elaborar o PGRSS algumas informações são requeridas, inclusive, para que se possa apresentar proposta de orçamento de prestação de serviço:

a) Ramo de atividade da empresa

b) Tipos de resíduos sólidos gerados

c) Localização da empresa, informando o Estado e o município

d) Número de colaboradores da empresa

e) Tamanho do estabelecimento (em metros quadrados ou hectares)

Embora seja requerido a informação da área da empresa, uma visita de capo é importante para conhecer inloco as instalações e os setores ou departamentos da empresa que serão inseridos no PGRSS, conhecer o processo atual de gestão dos resíduos, acondicionamento, tratamento, disposição final e outras informações específicas. É recomendável que a empresa tenha em mãos o Termo de Referência (TR) que é elaborado pelo órgão ambiental licenciador, onde ele define tudo o que deve constar no PGRSS. A visita de um técnico à empresa é imprescindível para que possamos elaborar o orçamento solicitado, não sendo possível faze-lo sem ela.

Se seu empreendimento precisa elaborar um PGRSS por equipe capacitada, nossa equipe sediada em Manaus, no Amazonas, está disponível para elaborar o seu Plano de Gerenciamento dos Resíduos dos Serviços de Saúde. Por favor, entre em contato conosco através do site.

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.